PUBLICIDADE
Museu Geológico/Lisboa

Fóssil de leopardo com 2 milhões de anos em exposição

12 | 05 | 2009   12.56H

Na sequência de uma acção de reconhecimento promovida pela Associação de Estudos Subterrâneos e Defesa do Ambiente, um estudo posterior do crânio e outros ossos revelou que se trata de um exemplar de grande felídeo, "presumivelmente" um leopardo.

A sua comparação com exemplares actuais e do Plistocénico europeu permitiu evidenciar diversas características particulares, relativamente à morfologia do crânio.

Considerado em "excelente estado de conservação" e sendo "o mais completo dos restos desta espécie" até agora recolhidos em território português e "um dos mais significativos do Plistocénico europeu", o fóssil vai ficar exposto permanentemente no Museu Geológico.

A colecção de Paleontologia, iniciada há mais de 150 anos, é “seguramente a maior do país", segundo o director do museu, que dá uma "enorme importância" ao exemplar deste felídeo.

A apresentação pública, pelos professores João Luís Cardoso e Frederico Regala, vai acontecer no dia 21 de Maio, pelas 17h00, no Museu Geológico.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE