Empreendedorismo

Ideias inovadoras ‘desfilaram’ na UPTEC

05 | 02 | 2017   10.34H

Jovens empreededores vão ter três minutos para dar a conhecer as suas ideias, em mais uma edição do Pitch Day da Escola de Startups da UPTEC.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Foram, ao todo, 17 as ideias de negócios apresentadas na passada quinta-feira, no Pitch Day da Escola de Startups do UPTEC (Parque de Ciências e Tecnologia da Universidade do Porto). Mas não foram ideias quaisquer. Desde a produção ou modificação de têxteis que armazenam energia para alimentação de sensores integrados em roupa, a óculos que registam vídeo em cirurgias ou até uma comunidade online para pessoas que queiram cozinhar para outras, em comum tinham o facto de serem revolucionárias e de serem todas apresentadas por jovens empresários.

A capacidade de síntese é, aqui, palavra-chave, já que os empreendedores não vão ter mais do que três minutos para dar a conhecer as suas ideias e convencer o painel de jurados a votar no seu projeto. A iniciativa assinalou o encerramento da 8ª edição da Escola de Startups, um programa de mentoring e formação de três meses que acelera ideias de negócio nas áreas tecnológicas, científica e criativa e que conta com mais de 150 ideias e 450 empreendedores apoiados no currículo ao longo de oito anos.

Em parceria com o Vodafone Power Lab e apresentado por Fernando Alvim, o palco do Pitch Day foi desta vez ser o Centro de Investigação Médica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, por onde passaram ideias de negócio como um projeto de divulgação e comercialização de produtos homeware e lifestyle, envolvendo designers, artesãos e a indústria ou também a proposta de produção de joalharia de autor que combina a formação em arquitetura com técnicas tradicionais de joalharia originando peças únicas.

Quanto aos vencedores, esses terão direito a incubação em regime cowork no UPTEC.

Foto: DR
Ideias inovadoras ‘desfilaram’ na UPTEC | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE