IRS

Deduções que geram poupança

05 | 02 | 2017   10.51H

Pode bem ser um teste à paciência, mas está na hora de começar a pensar no IRS e nas despesas que nele pode deduzir, que se podem transformar em poupança.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Está a chegar aquela altura do ano que é, para muitos, de contas. Contas e dores de cabeça. Falamos da época do IRS que, embora possa ser um teste à paciência, é também uma oportunidade para poupar. É por isso que o Grupo Your lista as principais deduções que vão permitir aos contribuintes arrecadar alguns euros. E já agora não se esqueça que tem até 15 de fevereiro para validar e registar as despesas passíveis de dedução no IRS relativo ao ano de 2016.

Começamos com a dedução de 15% do IVA em despesas com serviços de reparação e manutenção de veículos e motociclos, alojamento e restauração, cabeleireiros, estética e veterinários, limitada a €250 por agregado. Aqui juntam-se as despesas de educação (dedução de 30% por cada elemento do agregado, até €800) e as despesas com refeições e transporte escolar, que têm que ser registadas como despesas de educação no e-fatura.

As despesas com saúde são também dedutíveis (15% por cada elemento do agregado familiar, até €1.000), assim como as com imóveis (também 15% de dedução dos juros de empréstimos para habitação própria e permanente, com limite de €296 e 15% das rendas de imóveis para habitação permanente.

Seguem-se os Planos Poupança Reforma (PPR) e PPR do Estado (dedução de 20% das quantias aplicadas), as despesas com lares e pensões de alimentos e as despesas gerais familiares (dedução de 35% das restantes despesas suportadas por qualquer membro do agregado, desde que suportadas com fatura com número de contribuinte).

Alerta para mensagem falsa

A Autoridade Tributária e Aduaneira alerta para a existência de uma mensagem de correio eletrónico recebida por alguns contribuintes a pedir a regularização de dívidas fiscais. Nessa mensagem é pedido que se descarregue um ficheiro através do link fornecido, mensagem essa que é falsa. «O objetivo é convencer o destinatário a descarregar um ficheiro com conteúdo malicioso.»

Foto: 123RF
Deduções que geram poupança | © 123RF
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE