Ciência Viva

Conhecimento de mãos dadas com o turismo

10 | 02 | 2017   12.55H

A ciência junta-se ao turismo com um projeto inovador que oferece circuitos a partir dos centros de ciência.

Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

É considerado um dos pontos fortes de Portugal. E com um peso económico que tem justificado que nele se aposte cada vez mais. Mas se é certo e comprovado o crescimento do turismo, também o é da ciência nacional. E é juntar os dois que pretende a nova iniciativa dos centros Ciência Viva, numa parceria com a Fundação Vodafone, que se traduz nos Circuitos Ciência Viva.

«Há um público que vai cada vez mais a estes espaços e é para dar resposta a este movimento, dando a possibilidade de visitarem ainda mais, que foram criados estes circuitos», explica ao Destak Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

São, ao todo, 18 circuitos, 54 percursos e mais de 200 etapas para explorar em todo o País e um desafio: «conhecer Portugal a partir dos 20 centros Ciência Viva». Tudo isto com a ajuda de um guia em papel, uma aplicação e um cartão, que oferece entradas gratuitas nos centros e descontos em mais de cem instituições de ciência e não só.

«Podem ser hotéis, restaurantes, espaços culturais», refere Rosalia Vargas. «Aquilo que pretendemos é aproximar a ciência da sociedade e, ao mesmo tempo, valorizar a tradição e património.» Trata-se de um projeto inovador de turismo do conhecimento, que vai ter uma versão web em inglês, à qual se pretende juntar, no verão, uma edição em papel na mesma língua.

Foto: DR
Conhecimento de mãos dadas com o turismo | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE