Actualidade

EUA e Japão exigem a Pyongyang que pare com provocações após ensaio de míssil

12 | 02 | 2017   04.27H

O Presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reagiram ao ensaio de míssil realizado hoje pela Coreia do Norte, exigindo que pare com as provocações e garantindo que Washington e Tóquio estão juntos "a 100%".

Os Estados Unidos "estão a 100%" com o seu aliado nipónico, afirmou Donald Trump, numa conferência conjunta, depois de a Coreia do Norte ter lançado um míssil em direção do mar do Japão, o primeiro desde que o republicano assumiu o poder a 20 de janeiro.

"O lançamento norte-coreano de um míssil é totalmente intolerável", afirmou, por seu turno, o primeiro-ministro japonês, que termina hoje a sua visita oficial aos Estados Unidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:

1 comentário

  • Linguagem que a Coreia do Norte entende é linguagem da força o EUA deve armar Japão até os dentes .
    WILLIAM | 12.02.2017 | 04.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE