Censura

Cannon deixa 'America's Got Talent' devido a piada racial

14 | 02 | 2017   11.36H

Apresentador estava prestes a ser castigado pela NBC por piada racial num show de stand-up comedy.

Vera Valadas Ferreira | vferreira@destak.pt

«Coloco-me numa posição muito delicada ao ter de tomar uma decisão que não queria, mas, como homem, artista e voz da minha comunidade, não vou ser silenciado, controlado ou tratado como um objeto. Não há dinheiro que valha a minha dignidade ou integridade», sublinha Nick Cannon no Facebook.

Na sequência de uma piada racial proferida num espetáculo de stand-up comedy exibido no canal Showtime, o popular apresentador decidiu abandonar a condução do concurso America’s Got Talent (AGT). «Estava prestes a ser castigado por causa de uma piada. Isso teve um peso muito grande na minha alma. A minha ‘equipa’ alertou-me que a NBC acreditava que eu estava a quebrar o meu contrato porque tinha rebaixado a reputação da estação», frisa.

«A minha alma não me permite trabalhar com empresas que tentam limitar o discurso, censurar artistas e questionar escolhas culturais. Esta não é a primeira vez que os dirigentes [da estação] tentam “meter-me no lugar” por alegadas ações desobedientes».

Na piada maldita Cannon comentou que acreditava que quando comecei a apresentar o AGT lhe tinham roubado o crédito como negro. «Porque as pessoas que começaram a aparecer nos meus espetáculos foram estas», disse apontando para três caucasianos com alguma idade. A 12ª temporada – a 8ª para Nick – começaria a ser gravada esta semana. A estreia é no verão.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Cannon deixa 'America's Got Talent' devido a piada racial | © DR

1 comentário

  • Qualquer piada ou não sobre a raça já é racismo -
    Anonimo | 14.02.2017 | 14.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE