Actualidade

Unidade de Saúde da Guarda abre processo para apurar responsabilidades em morte de bebé

17 | 02 | 2017   12.37H

O Conselho de Administração (CA) da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda anunciou hoje que foi aberto um processo de averiguações para apuramento de responsabilidades na morte de um bebé por alegada falta de assistência.

"Após ter conhecimento desta situação, o CA comunicou à tutela e aguarda-se que vá iniciar-se amanhã [sábado] mesmo um inquérito com três especialistas de obstetrícia e uma jurista externos, da parte da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro, exatamente para haver uma isenção em todo este processo", afirmou hoje aos jornalistas o presidente do CA da ULS da Guarda, Carlos Rodrigues.

O responsável explicou que a investigação a realizar será "para apuramento dos factos e de eventuais responsabilidades e de todo o conhecimento desta situação, que precisa de ser observada por alguém externo da instituição".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE