Actualidade

Tribunal de Santarém condena mãe que agrediu filho bebé a seis anos e oito meses de prisão

17 | 02 | 2017   17.05H

O Tribunal de Santarém condenou a seis anos e oito meses de prisão a mulher que causou lesões graves ao filho de 14 meses, alterando a natureza do crime de que vinha acusada, de maus tratos para violência doméstica.

No acórdão, lido quarta-feira e consultado hoje pela Lusa, o coletivo de juízas considerou a versão apresentada pela arguida ao tribunal "completamente inverosímil, incoerente e parcial" e sublinhou o facto de Raquel Silva, 33 anos, "não ter manifestado qualquer arrependimento nem qualquer preocupação ou compaixão" para com o menor.

O tribunal deu como provado que, em 10 de outubro de 2010, o menor, então com 14 meses, deu entrada nas urgências do Hospital de Santarém com 'Glasgow Coma Scale 15', com equimoses dispersas pelo corpo, hematoma no crânio e várias fraturas, tendo sido transportado para a Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde foi submetido a uma craniectomia descompressiva.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE