Idosos

O outro lado da Lisboa "menina e moça"

24 | 02 | 2017   10.51H
Já foi menina e moça em tempos áureos, tal qual alguns dos habitantes da baixa lisboeta que, hoje, só a veem pela janela. O isolamento, a exclusão, a solidão fizeram deles reclusos nas próprias casas e tiraram-lhes a pouca liberdade que um dia a cidade lhes deu.
Patrícia Susano Ferreira | pferreira@destak.pt
Falamos das centenas (quiçá milhares) de idosos que vivem sozinhos na baixa e cujas histórias e rostos conhecem a partir de hoje uma nova luz pela mão da exposição fotográfica "Lisboa à Janela". O projeto surge como um alerta da associação “Mais Proximidade, Melhor Vida” que diariamente tenta inverter esta solidão, realizando projetos culturais inclusivos e disponibilizando serviços ao domicílio e acompanhamento personalizado. A coleção de 28 fotografias de Ana Parreira estáno piso 5 dos Armazéns do Chiado até 17 de março e mostra perspetivas únicas sobre o coração de Lisboa e dos seus habitantes, mas também as dificuldades que estes enfrentam para viver na cidade a que dedicaram a vida.
Saiba mais sobre:
Foto: Ana Parreira
O outro lado da Lisboa "menina e moça" | © Ana Parreira
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE