PUBLICIDADE
PR/Turquia

Cavaco Silva visita bazar de Istambul

14 | 05 | 2009   12.05H

Questionado pelos jornalistas se não comprava nada na sua breve passagem pelo bazar, o chefe de Estado remeteu para Maria Cavaco Silva a tarefa de levar algumas lembranças para Portugal.

“A minha mulher ficou aí, a pensar nos netos e nos filhos, disse que não podia sair daqui sem comprar alguma coisa para eles e portanto disse: ‘vai para o teu trabalho, para o seminário económico e depois encontrar-nos-emos ao almoço’”, afirmou o chefe de Estado.

“Eu deixei-lhe não o cartão de crédito mas os euros, porque aqui aceitam euros, Istambul vai ser capital europeia da cultura no próximo ano”, acrescentou.

Durante os cerca de 45 minutos que durou a passagem pelo bazar, o presidente e a mulher passaram grande parte do tempo a tomar chá no café Bedesten.

“Visitar o bazar é uma coisa muito interessante mas não é nestas condições, é sem ser conhecido”, disse Cavaco Silva, recordando a última visita que fez a Istambul, há seis anos.

Já sem o marido, Maria Cavaco Silva ficou no bazar, acompanhada pela embaixatriz, e manifestou o seu gosto por este tipo de ambientes.

“Mesmo que não compre nada, eu adoro o clima dos bazares. Basta passear os olhos por estas lojas, andar nestas ruas estreitas”, afirmou.

No entanto, a mulher do Presidente da República confessou a sua falta de talento para uma das actividades necessárias neste tipo de compras: regatear.

“Ai não, sou o desastre total, escolho e depois peço a alguém que regateie por mim”, confessou.

(Texto de Sara Madeira, da Agência Lusa)

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: Paulo Carriço/Lusa
Paulo Carriço/Lusa | © Paulo Carriço/Lusa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE