Videovigilância

Mais de 100 câmaras contra o crime na Amadora

10 | 03 | 2017   16.28H
A Câmara Municipal da Amadora está a prestes a avançar com um sistema de 103 câmaras de vigilância em zonas identificadas pela PSP como as mais “críticas”, ou seja, «onde, nos últimos anos, se verificou um maior índice de criminalidade, nomeadamente ao nível dos crimes de furto e de roubo». Ao Destak, a autarquia confirmou que o sistema deve começar a funcionar em breve, «ainda no primeiro semestre do ano», com o objetivo de reforçar a proteção de pessoas e bens, e «aumentando o sentimento de segurança, prevenindo a criminalidade e apoiando a investigação criminal, enquanto meio de dissuasão e investigação na área da prevenção e repressão criminais».
Patrícia Susano Ferreira | pferreira@destak.pt
As câmaras de vídeo vão captar exclusivamente imagem e não som, sobretudo nas zonas urbanas,junto aos parques e meios de transporte, e estarão equipadas com um algoritmo de encriptação da imagem que «não irá focar áreas privadas», como é o caso de janelas, varandas ou terraços de edifícios de habitação. As imagens só vão poder ser acedidas através dos centros de comando e controlo instalados na Divisão da PSP da Amadora e no Comando Metropolitano de Lisboa, sendo que a ligação entre os dois centros compete exclusivamente à PSP/Utis através da Rede de Segurança Interna. Recorde-se que a Amadora é uma das zonas com maior criminalidade na Grande Lisboa, com bairros problemáticos como Cova da Moura e 6 de Maio; tem uma taxa de 49,6 crimes/mil habitantes; e é um dos 10 municípios que já assinou contratos de segurança da nova geração como Governo para reduzir «as vulnerabilidades sociais» e prevenir a criminalidade e delinquência juvenil. O investimento para a instalação das câmaras rondou o milhão de euros e a de fibra óptica os 900 mil. No entanto, a autarquia ressalva que a fibra irá permitir «optimizar a instalação de outros processos no âmbito das ‘smart cities’», como, por exemplo, a gestão da recolha de resíduos.
Foto: dr
Mais de 100 câmaras contra o crime na Amadora | © dr

4 comentários

  • as camaras é para filmar o LADRÃO ou para apanhar o LADRÃO e quando forem apanhados so um destino tarrafal e para a terra deles que nem sequer são portugueses
    aaa | 13.03.2017 | 10.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A criminalidade em certas ruas da Amadora está ao nivel de Marselha, das maiores da Europa E muita gente não se queixa á PSP... E as testemunhas dos assaltos a velhotes...assobiam para o lado!
    gabriel correia | 12.03.2017 | 14.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Metam câmaras de vídeo nos bairros sociais e onde as polícias são forçadas a ir frequentemente por causa de desacatos. No centro das cidades há bastantes polícias e aí têm menos utilidade
    mrsrosa55 | 11.03.2017 | 19.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Criminalidade está por tudo lado e não só ai.
    Cliente | 11.03.2017 | 13.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE