Fila da frente

Varekai já espalha magia

18 | 05 | 2009   14.44H

Malabaristas, trapezistas, bailarinos e até palhaços mostraram a criatividade bem vincada do reconhecido Cirque du Soleil, misturada com a arte circense irrepreensível, que ao mesmo tempo ainda conta uma história.

De asas de penas ainda a fumegar Ícaro cai do céu e chega a um mundo mágico e distinto de tudo o que conhece. A partir daí, começa uma dança na descoberta da diferença.

Ícaro vê-se aprisionado numa rede. Ali suspenso, mostra que não há limite para o que se pode fazer pendurado numa rede. Sem rede.

Como aliás todos os exercícios de Varekai. «Onde quer que seja» é a tradução deste termo, que homenageia a alma nómada. Uma homenagem cheia de mímica, humor, cor, alegria, suspense e música cantada ao vivo, que envolve e emociona.

Há sempre muita coisa a acontecer, nos diversos mundos recriados, e há muito movimento, que chega de todos os lados. Do ar, de buracos no chão ou dos espaços laterais, as personagens sucedem-se.

Há personagens cómicas, personagens que inspiram força, outras que mostram um lado belo, outras que se unem numa sintonia perfeita, e ainda há espaço para um mágico falhado e sua partenaire.

Humor e sintonia a não perder até dia 14 de Junho, de 3.ª a sábado, às 21h30, sábado também às 17h30 e domingo, às 16h30 e 20h30. Bilhetes a partir de 44 euros.

Filipa Estrela | festrela@destak.pt
Foto: Rick Diamond
Rick Diamond | © Rick Diamond
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE