Tires/Acidente

Cinco moradores receberam apoio psicológico após queda de aeronave

17 | 04 | 2017   21.08H

Cinco pessoas receberam apoio psicológico do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), na sequência da queda da aeronave, hoje de manhã em Tires, Cascais, que provocou cinco mortos e quatro feridos ligeiros, informou a Proteção Civil.

Segundo o comandante distrital de operações de socorro de Lisboa, André Fernandes, para além das vítimas mortais e dos feridos, também “foram assistidas cinco pessoas pela unidade de psicólogos do INEM”, que residiam nas imediações do local do acidente.

A mesma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa precisou ainda que se encontram a decorrer as operações de remoção dos quatro corpos dos ocupantes da aeronave e de uma pessoa que se encontrava no parque de descargas do supermercado Lidl, de Tires, onde caiu o aparelho.

Na queda do bimotor, que tinha acabado de levantar voo do aeródromo de Tires, morreram os quatro ocupantes – um suíço e três franceses – e as autoridades ainda não confirmaram oficialmente que a quinta vítima será o motorista de um camião de mercadorias que se encontrava junto ao armazém do supermercado.

Uma fonte aeronáutica indicou à Lusa que o aparelho sinistrado é um Piper, modelo Cheyenne 2, bimotor, que, segundo fonte do CDOS, se dirigia para Marselha, em França.

O acidente provocou ainda quatro feridos ligeiros por inalação de fumo, dos quais dois receberam assistência no local e os outros dois foram transportados para o hospital de Cascais.

O incêndio provocado pelo acidente afetou uma habitação, junto ao supermercado, que, de acordo com André Fernandes, é composta por três frações, deixando nove pessoas desalojadas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE