Liga dos Campeões

Ronaldo 'carrega' Real pelo meio da polémica

18 | 04 | 2017   22.26H

Em mais um jogo para a história, foram precisos 120 minutos para decidir que colosso ficava pelo caminho na Liga dos Campeões.

A fava saiu ao Bayern Munique, num jogo que ainda vai fazer correr muita tinta, devido à arbitragem polémica. Mas vamos por partes.

Em desvantagem na eliminatória, os alemães entraram mais pressionantes e tiveram as primeiras oportunidades. O Real foi reagindo com o passar do tempo e, tal como em Munique, também a partida em Madrid foi repartida, com as duas equipas a criarem perigo.

O intervalo chegou sem golos, mas a 2ª parte foi um fartote. Lewandowski abriu as hostilidades, na conversão de um penálti por falta de Casemiro – foi a primeira vez que o árbitro terá perdoado o segundo amarelo ao brasileiro.

O Bayern continuava em desvantagem e pareceu ficar pior quando Ronaldo marcou aos 76’.

Só que Sergio Ramos fez um autogolo aos 78’ e a contenda ficou empatada.

Pelo meio, Casemiro escapou novamente à expulsão, só que Vidal não teve a mesma sorte: viu o segundo amarelo num lance menos grave do que os do brasileiro.

A balança desequilibrou no prolongamento e Ronaldo aproveitou. Marcou mais dois golos e leva agora 101 na Champions – no 2-2 estava em fora de jogo. Asensio fez o 4-2 final.

No outro jogo da noite, o At. Madrid marcou aos 26’, por Saúl, e o golo de Vardy, aos 60’, foi insuficiente para evitar o apuramento dos madrilenos, que estão nas meias-finais pela terceira vez em quatro épocas.

João Moniz | jmoniz@destak.pt

1 comentário

  • COM DOIS GOLOS FORA DE JOGO ATE O MEU CÃO MARCAVA E ESTAVA TUDO FEITO PARA O REAL GANHAR
    aaa | 19.04.2017 | 12.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE