Música

Out Jazz está de volta aos jardins

28 | 04 | 2017   16.38H

Como já tem sido hábito, o verão volta a pedir música ao pôr do sol nos jardins da Grande Lisboa. De maio a Setembro, há animação e sidras fresquinhas.

Filipa Estrela | festrela@destak.pt

Jazz, soul, funk e hip-hop são alguns dos ritmos que voltam a colocar Lisboa e Cascais a dançar. O mote já é conhecido de todos: ao longo do verão celebra-se mais uma edição do Somersby Out Jazz.

Como é já habitual, de maio a setembro, ao domingo, os jardins da capital são tomados pela música. O Jardim da Torre de Belém é o palco escolhido para o arranque doevento, que assenta arraiais à beira-Tejo em maio. Seguem-se o Jardim do Campo Grande, em junho, o Parque Eduardo VII, em julho, o Jardim da Estrela, em agosto, e o Parque Tejo, em setembro.

Também a vila de Cascais vai ter o prazer de receber, um sábado por mês, aquele que é maior festival gratuito de música ao ar livre. O festival vai passar pelo Parque Marechal Carmona, pela Praia da Azarujinha, pelos Jardins do Casino e pelo Jardim da Parada, sempre no último sábado de cada mês.

Desidério Lázaro Quarteto, Real Rockers, Ornitorrinco, Centauri, Baba Soul, Tayob J, João Lencastre Trio, Kiloco, Vaarwell, The Amplectors, M-Pex, Lokomotiv, Enoque, Gipsy, Dj Rykardo e Ricardo Pinto são alguns dos nomes que vão atuar no Out Jazz.

Com uma preocupação ambiental que pretende reduzir de forma drástica o consumo de copos de plásticos que vão para o lixo após o evento, a organização vai disponibilizar copos reutilizáveis. Quem passar pelo evento vai poder adquirir o seu copo, pelo valor simbólico de €1 para utilizar durante o festival de forma ecológica.

Nesta 11ª edição, o festival reforça a ligação à sidra Somerbsy, que vai estar disponível com os três sabores: maçã, citrus e blackberry.

Lisboa: Jardim da Torre de Belém (maio), Jardim do Campo Grande (junho), Parque Eduardo VII (julho), Jardim da Estrela (agosto), Parque Tejo (setembro)

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Out Jazz está de volta aos jardins | © DR
Durante cinco meses, o OutJazz volta a dar música a Lisboa e Cascais.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE