Actualidade

Proterris e Alfama concluem fusão na área de terapia com monóxido de carbono

04 | 05 | 2017   00.02H

As duas empresas da área da saúde Proterris e Alfama concluíram hoje a sua fusão, transformando-se no líder mundial em terapias com monóxido de carbono para doenças crónicas e agudas, anunciaram em comunicado.

No documento, a Proterris, empresa dedicada a terapias que utilizam doses baixas de monóxido de carbono, anuncia ainda a abertura da sua subsidiária europeia em Lisboa e explica que adquiriu os ativos da Alfama, uma das primeiras empresas portuguesas de biotecnologia "na área das moléculas libertadoras de monóxido de carbono, considerados os mais extensos neste campo".

Ou seja, comprou todas as subsidiárias da Alfama, incluindo a Alfama Investigação e Desenvolvimento de Produtos Farmacêuticos, sedeada em Oeiras, perto de Lisboa, que passará a ser chamada Proterris (Portugal).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE