arte

Dois angolanos no primeiro leilão de arte contemporânea africana da Sotheby's em Londres

15 | 05 | 2017   10.01H

Dois artistas angolanos, António Ole e Francisco Vidal, têm obras incluídas no primeiro leilão dedicado exclusivamente a Arte Moderna e Contemporânea Africana a realizar Sotheby's, em Londres, na terça-feira.

Ao todo, vão a leilão 115 obras de arte de mais de 60 artistas de 14 países, incluindo, além de Angola, Argélia, Benin, Gana, Costa do Marfim, Mali, Nigéria, Senegal, Etiópia, Uganda, Camarões, República Democrática do Congo, África do Sul e Zimbabué.

"A Sotheby's tem observado este mercado crescer há vários anos e decidiu que esta era a altura certa para entrar no mercado. Temos registado um aumento enorme de clientes do continente [Africano], bem como de colecionadores do resto do mundo, que estão muito interessados em colecionar arte africana", afirmou a diretora de Departamento da Sotehby's, Hannah O'Leary, à agência Lusa.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE