Actualidade

FMI promete vigiar de perto situação no Brasil após nova crise política

19 | 05 | 2017   17.01H

O Fundo Monetário Internacional (FMI) avisou hoje que vai "monitorizar" de perto a situação no Brasil depois de as suspeitas de corrupção se estenderem ao Presidente, Michel Temer.

Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, disse hoje em São Paulo que ainda é "cedo" para fazer um diagnóstico sobre as consequências que a nova crise política no Brasil terá no campo económico.

O responsável explicou que o fundo vai vigiar de perto a evolução no Brasil nas próximas semanas, para avaliar as projeções económicas futuras, mas até agora manteve as previsões.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE