Actualidade

Comédia de Shakespeare fecha Festival de Almada com abordagem séria da transexualidade

17 | 07 | 2017   10.46H

A comédia "Sonho de uma noite de Verão", de William Shakespeare, foi pretexto da companhia galega Voadora para abordar a transexualidade, no espetáculo que encerra a 34.ª edição do Festival de Almada, na terça-feira.

Apesar de partir de repertório clássico, esta companhia que à edição de 2015 do certame trouxe outra peça do 'Bardo', "Tempestade", volta a basear-se numa obra do que é considerado o maior escritor, dramaturgo e poeta inglês, construindo um espetáculo que serve de pretexto para abordar o universo 'queer' e levar para a cena um transexual, que fala da sua experiência enquanto militar, como se lê no programa do Festival.

Numa companhia conhecida por sobrepor uma estética pop, a provocação e uma linguagem direta, aos textos de que parte, a peça que a Voadora de Santiago de Compostela apresenta, às 22:00, no palco grande da Escola D. António da Costa, em Almada, continua a dessacralização de autores e de títulos do cânone da dramaturgia universal, que tem pautado o seu trabalho.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE