Actualidade

Coreia do Norte diz que sanções da ONU "violam" a sua soberania

07 | 08 | 2017   08.18H

A Coreia do Norte condenou hoje as recentes sanções impostas pela ONU, falando de uma violação à sua soberania, e declarou que não irá negociar os seus programas nuclear e balístico enquanto continuar sob a ameaça dos Estados Unidos.

As sanções adotadas, por unanimidade, pelo Conselho de Segurança da ONU, no passado sábado, constituem "uma violenta violação da nossa soberania", declarou Pyongyang, através de um comunicado publicado pela agência noticiosa oficial KCNA.

"Pyongyang não recuará um único passo no reforço do [seu] poderio nuclear", refere o texto.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE