Actualidade

A culpa não é do eucalipto, mas da falta de gestão florestal - investigador

08 | 08 | 2017   09.47H

O investigador Ernesto de Deus considera que o eucalipto não tem "culpa" nos incêndios, atribuindo a responsabilidade à falta de gestão e plantação desregulada, considerando que vai continuar "a reinar a livre iniciativa" face às insuficiências da reforma.

"O eucalipto não tem culpa. O problema é a falta de gestão florestal nos eucaliptais e a sua implantação desregulada", disse à agência Lusa o investigador no Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa.

Face à predominância de pequenas propriedades, o eucalipto garante um retorno rápido, mas o proprietário acaba por não ter escala "para fazer uma gestão adequada dos eucaliptais", notou Ernesto de Deus.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

7 comentários

  • HISTÓRIA DE UM PORTUGAL FASCISTA ---------------------O Novo Banco (Banco Espírito Satânico) e o Novo Estado Novo, 2011 - 2014: "Logo que chegou à chefia do poder, em 2011, António Passos de Oliveira Coelho Salazar começou a elaborar a Constituição sobre a qual assentaria o seu novo regime, o “novo” e renovado Estado Novo. Após ser plebiscitado, o novo texto constitucional secreto foi promulgado secretamente nos Gabinetes do Executivo, no ano em que o novo regime coelhista criou a nova polícia política (PVDE) e o Secretariado de Propaganda Nacional Relvas (SPNR) e lançou as bases da nova legislação corporativa, que assentaria, depois da proibição das associações operárias, em Sindicatos Nacionais (SN) únicos e Grémios patronais todo-poderosos! Os trabalhadores, pensionistas e reformados foram imediatamente esbulhados dos seus já de si parcos rendimentos! Os novos espoliados do regime à semelhança do que sucedeu em 1975 com a descolonização! O Novo Banco Espírito Satânico conta novamente com o dinheiro dos contribuintes para saldar os "desvios" das suas reservas.----------------------------------------- ----
    RIC | 14.08.2017 | 17.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Perante isto o povo tem que se juntar e marcar uma posição severa.Somos o quê ? Uma cambada de parvos? Ou não passamos de uns burros. Acordem portugueses.
    NÃO PODEMOS DEIXAR PASSAR ISTO | 13.08.2017 | 01.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quem pratica estes fogos é terrorismo. Andam a brincar com o Estado? Os que são apanhados são reincidentes . Venham cá com as tretas do calor. Tantas ignições é o tempo o culpado. Não façam troça dos portugueses.
    Lamentável | 13.08.2017 | 00.59Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A CULPA É DE QUEM DEITA OS FOGOS. AS PENAS APLICADAS A ESSES CRIMINOSOS NÃO SÃO CONVINCENTES.A JUSTIÇA PARECE QUE FECHA OS OLHOS AOS ESTRAGOS , MORTES E FERIDOS A QUE VAMOS ASSISTINDO .OS ESTADOS SUCEDEM-SE E OS CRIMINOSOS NÃO SÃO DURAMENTE PENALIZADOS .OS EUCALIPTOS SÃO PRECISOS OPS CRIMINOSOS É QUE NÃO.
    ESTADOS FRACOS. | 13.08.2017 | 00.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A explicação do RIC está 5 estrelas e penso que se poderia juntar mais um itém na origem dos incêndios florestais em Portugal. O quê? Ahhhh Lembram-se do que aconteceu alguns dias antes do incêndio em Pedrógão? Tancos. E no dia do incêndio, horas antes do incêndio (e da trovoada) foram ouvidas explosões. Ahhh uma coisa nada tem a ver com a outra? Ai sim? A trovoada veio mesmo a calhar...
    Anónimo | 12.08.2017 | 22.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Descobriu a pólvora sem fumo! Claro que a floresta não se limpa, gere-se!!!!
    Jesus Cristo laico | 08.08.2017 | 12.17Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O QUE NÃO SE DIVULGA NO NOSSO PAÍS E NÃO SE SABE PORQUÊ! ORIGEM DOS INCÊNDIOS FLORESTAIS EM PORTUGAL:------------------------- 85% “Mão Criminosa” – Terrorismo Incendiário anual altamente organizado – Necessária Investigação dos organismos competentes, assim como a criação de equipas especializadas no combate a este flagelo.------------------------------------------ --------------- - 14,9% - Atividades Humanas na floresta ou junto a esta – máquinas de corte, circulação de composições ferroviárias e todas as outras intervenções e utilização por parte do ser humano da floresta, trabalho, lazer etc.-------------------------------------------- - 0,1% - Ignições naturais – Descargas elétricas atmosféricas, queda de fragmentos celestes que não são totalmente desintegrados pela atmosfera, a componente que atinge o solo chama-se meteorito. Estas ignições naturais são localizadas a um único ponto na floresta e normalmente são prontamente extintas pelas próprias populações e pequenas corporações de bombeiros e quase sempre não causam grandes danos à mancha florestal.---------------------------------------- ----------------------------------------------
    RIC | 08.08.2017 | 12.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE