Férias em família

Porque as crianças são o melhor do mundo

11 | 08 | 2017   19.57H
Para que o tão ambicionado descanso e o tempo de qualidade com a família não sejam colocados em causa, há cuidados a ter que são indispensáveis.
João Moniz | jmoniz@destak.pt

Numa sociedade cada vez mais acelerada, onde os dias se sucedem numa avalanche que deixa espaço para muito pouco, não surpreende que 78% dos pais portugueses apontem como prioridade tirar férias em família. Passar tempo de qualidade (72%), tornar os filhos felizes (57%) e ter tempo para se divertirem escapando à rotina (47%) são as grandes expetativas dos inquiridos pela HomeAway.

O estudo da empresa especializada em arrendamento de alojamento para férias, que o Destak consultou, conclui que um alojamento privado onde possam estar à vontade com a família é fundamental para 91% dos portugueses. Caso tenham essa possibilidade, preferem o aluguer de casas particulares ou hotéis, embora aqui possam surgir dificuldades inesperadas.

Podem os hotéis recusar crianças? A revista Dinheiro & Direitos, da DECO, tentou responder à pergunta e chegou à conclusão que o tema não é pacífico. A lei estipula que o acesso aos empreendimentos turísticos é livre, mas que pode ser recusado a quem perturbe o seu «funcionamento normal».

É neste ponto que a Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve se apoia para defender que é legítimo recusar a entrada de crianças em hotéis, uma interpretação que é contestada pela ASAE. A DECO decidiu pedir ao Turismo de Portugal que explicite as regras.

A verdade é que, segundo a Momondo, metade dos portugueses gosta de viajar com as crianças, mas o planeamento assume-se como algo indespensável para assegurar que tudo corre bem. Daí que o motor de busca para voos, hotéis e carros de aluguer tenha feito para o Destak uma lista dos passos a dar.

Tente marcar os voos para a noite – uma criança adormecida facilita a viagem – e lembre-se que na traseira do avião poderá movimentar-se melhor. Só que é uma zona barulhenta e no meio do aparelho o espaço para as pernas ou para brincar é maior.

Embora mais baratas, as companhias low cost têm a desvantagem de usarem aeroportos mais remotos. O check-in online também é um aliado para poupar tempo e tenha em atenção a localização do hotel e a bagagem que vai levar.

Explicar à criança atempadamente o que se vai passar ajuda a evitar más reações e torna a viagem mais divertida. De qualquer forma, porque o seguro morreu de velho, prepare qualquer eventualidade e faça uma lista de tudo o que pode correr mal.

Foto: DR
Porque as crianças são o melhor do mundo | © DR

1 comentário

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE