Actualidade

Comportamento suspeito de iate leva Marinha a detetar 50 migrantes ao largo de Itália

13 | 08 | 2017   12.30H

A Marinha Portuguesa intercetou na madrugada de sábado, ao largo da costa italiana, um iate de luxo roubado que transportava quatro traficantes russos e 50 migrantes a bordo, entre os quais um recém-nascido, adiantou este ramo das Forças Armadas.

A interceção ocorreu no âmbito das operações do navio patrulha Tejo, da Marinha Portuguesa, integrado desde 22 de julho na operação internacional conjunta de segurança marítima no âmbito da Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira - FRONTEX, para o controlo e vigilância das fronteiras marítimas e combate ao crime transfronteiriço.

De acordo com as informações disponibilizadas pela Marinha, a operação decorreu na madrugada de sábado, tendo os 50 migrantes - uma mulher, 23 homens, 25 jovens do sexo masculino e um recém-nascido, com origem no Iraque e no Irão - sido intercetados ao largo de Itália, depois de os militares portugueses terem considerado existir "um comportamento suspeito".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE