Venezuela

Assembleia Constituinte retira imunidade parlamentar a marido de ex-procuradora

18 | 08 | 2017   01.42H

A Assembleia Nacional Constituinte decidiu hoje, por unanimidade, retirar a imunidade parlamentar a Germán Ferrer, marido da ex-procuradora-geral Luisa Ortega Diaz, por supostamente estar ligado a uma rede de extorsão.

A proposta foi submetida à votação no plenário constituído por mais de quinhentos "assemblistas", todos apoiantes do Governo de Nicolás Maduro, pelo constituinte Diosdado Cabello, que disse que Ferrer "reúne razões suficientes para que lhe seja retirada a imunidade parlamentar imediatamente e [para que seja] levado à justiça".

O parlamentar 'chavista' "está a ser processado por corrupção, conspiração, lavagem de dinheiro, financiamento de terrorismo e extorsão", disse por sua vez, o primeiro vice-presidente do ex-assessor constitucional e jurídico de Maduro, Elvis Amoroso.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE