Actualidade

Portugal apoia ideia de criar 'ministro das Finanças' europeu - MNE

13 | 09 | 2017   14.21H

O ministro dos Negócios Estrangeiros português considerou hoje que a ideia avançada pelo presidente da Comissão Europeia sobre a fusão dos postos de comissário europeu dos Assuntos Económicos e de presidente do Eurogrupo é positiva.

A proposta "vem no sentido do que já tem sido defendido por Portugal; o que já existe hoje na política externa da União, uma alta representante que fala em nosso nome, a nossa ministra dos Negócios Estrangeiros, digamos, e que é também vice-presidente da Comissão Europeia, provou bem na frente externa e pode provar bem na frente financeira e orçamental", argumentou Augusto Santos Silva.

Falando aos jornalistas à margem da celebração do início do ano letivo do ensino do português no estrangeiro, que decorreu esta manhã, no Instituto Camões, em Lisboa, Santos Silva vincou que "a criação dessa eventual figura é a tradução, do ponto de vista institucional, de uma reforma da união económica e monetária (UEM) que temos de fazer".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

7 comentários

  • Se fizerem a tão desejada regionalização quanto dinheiro se vai gastar e quantos políticos pagos são precisos. já há poucos. Agora inventaram mais esta que será mais uma forma de dar a alguém mais um lugar com mais secretários e secretárias. O que conta é a ideia. O resto faz-se depressa. Depois mandam apertar o cinto aos portugueses .
    Isto interessa-lhes | 19.09.2017 | 01.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ahhhhh já percebi! Temos um ministro dos Negócios Estrangeiros português em Portugal e uma ministra dos Negócios Estrangeiros portuguesa no Estrangeiro! Tá tudo explicado! Daaa
    Anónimo | 18.09.2017 | 22.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Tudo isto são chachadas para alimentar tachos e tachinhos .
    Eles governam-se | 16.09.2017 | 22.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E porque é que o ministro dos Negócios Estrangeiros português não é ministro dos Negócios Portugueses? É outro(a)? Ele é ministro dos Negócios Estrangeiros e diz "a nossa ministra dos Negócios Estrangeiros, digamos, e que é também vice-presidente da Comissão Europeia"... é a mulher dele? Não percebo nada disto: é Comissão Europeia, é Eurogrupo, é CEE, é comissário europeu dos Assuntos Económicos, é União Económica e Monetária (UEM), é Fundo Monetário Internacional (FMI), é o raio que os parta e reparta! Não é tudo o mesmo ou do mesmo que estamos a falar?
    Anónimo | 16.09.2017 | 21.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • CRIAR MAIS UNS PARASITAS QUE HÁ POUCOS CHULOS VEJAM OS TACHOS AS PANELAS QUE ELES TODOS TÊM E ARRANJAM NINGUÉM LHES ACERTAM O PASSO
    O santo | 13.09.2017 | 15.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Atenção: Não é Portugal que apoia tal ideia, são unicamente os bandos de mafiosos deste país e na da mais.
    trambolho de ministro | 13.09.2017 | 14.50Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mais um lugar para um ladrão, que por sua vez lá vai criar mais um regimento de ladrões à sua volta, onde o povo tem de despejar do seu suor, para encher a barriga a esta gatunagem.
    máfia | 13.09.2017 | 14.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE