Actualidade

Governo "preocupado" com violência na Birmânia mas sem referir povo rohingya

14 | 09 | 2017   17.27H

O Governo português manifestou hoje "séria preocupação" com a "escalada de violência" na Birmânia (Myanmar), num comunicado em que nunca refere o povo rohingya, sobre o qual - segundo a ONU - está a ser exercida a violência.

"O Governo português segue com séria preocupação a recente escalada de violência registada no Estado de Arracão, no Myanmar, assim como a nova vaga de refugiados por ela ocasionada, bem como a escassa informação sobre a situação no terreno que resulta da saída das organizações humanitárias que ali operam, por razões de segurança", salienta o comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).

Lisboa apela "ao fim imediato da violência", esperando "que as autoridades birmanesas possam rapidamente garantir as condições para o restabelecimento do acesso humanitário, assegurando igualmente a proteção da população civil inocente".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE