Actualidade

Homem que matou ex-namorada grávida em Sintra condenado a 21 anos e meio de prisão

14 | 09 | 2017   18.26H

Um homem acusado de matar uma antiga namorada que estava grávida, em Sintra, e de desmembrar o corpo, que depois enterrou em Salvaterra de Magos, foi condenado a uma pena de 21 anos e meio de prisão.

Segundo o acórdão, a que a agência Lusa teve hoje acesso, o arguido foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão pelo homicídio e a dois anos por profanação de cadáver, tendo o coletivo de juízes aplicado, em cúmulo jurídico, a pena única de 21 anos e seis meses de prisão.

O tribunal deu como provado que Guilherme Grosso, agora com 30 anos, matou em 06 de janeiro de 2016 a ex-namorada, de 32 anos, por esta se recusar a abortar de uma gravidez resultante do relacionamento mantido entre julho e setembro de 2015.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE