Actualidade

Tony Carreira requer abertura de instrução de processo em que é acusado de plágio

25 | 09 | 2017   17.27H

A defesa de Tony Carreira requereu a abertura de instrução do processo no qual o cantor é acusado pelo Ministério Público (MP) de plagiar 11 músicas de autores estrangeiros, com a colaboração do compositor Ricardo Landum, também arguido.

"Foi requerida a abertura de instrução" disse hoje à agência Lusa fonte oficial do cantor, sem adiantar mais comentários.

Depois de o requerimento de abertura de instrução dar entrada no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, responsável pela investigação, o processo será remetido ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, instância que realizará a fase de instrução e na qual um juiz de instrução criminal decidirá se leva ou não os arguidos a julgamento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • E a Sociedade Portuguesa de Autores? E as Sociedades Estrangeiras de Autores? Não dizem nada? Creio eu, que estas Sociedades existem para fazer prevalecer os direitos dos autores e não aconteçam estas situações! Agora um juiz de instrução criminal decidirá se leva ou não os arguidos a julgamento? Imagino qual será a sentença: o Tony Carreira sentando em cima de um cilindro a destruir os CD's que contêm as 11 músicas plagiadas... depois de pagar uma coima ao tribunal... sim, que ninguém fala dos 11 autores estrangeiros. Aproveito a ocasião para perguntar: o que é que o tribunal decidiu acerca do plágio, da «Garagem de vizinha» de Quim Barreiros, feito por uma banda holandesa? Ahhh ninguém sabe?
    Anónimo | 25.09.2017 | 21.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE