Actualidade

Tribunal chinês condena antigo presidente da câmara de Tianjin a 12 anos de prisão

26 | 09 | 2017   04.46H

O antigo presidente da câmara de Tianjin, na costa norte da China, foi condenado na segunda-feira a 12 anos de prisão por aceitar subornos, noticiou a agência oficial chinesa Xinhua.

Huang Xingguo, presidente do município entre 2007 e 2016, recebeu subornos num valor superior a 40 milhões de yuan (cinco milhões de euros), entre 1994 e o ano passado, de acordo com um tribunal de Shijiazhuang (norte).

O antigo presidente da câmara oferecia a promoção e requalificação de terrenos, em troco de dinheiro, que por vezes era entregue através de terceiros, indicou o tribunal.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE