Actualidade

Causa de morte de Pablo Neruda não foi cancro na próstata - investigação

21 | 10 | 2017   19.33H

A causa de morte do poeta chileno Pablo Neruda, em 1973, não foi um cancro na próstata, o que contraria o que está declarado na certidão de óbito, garantiu hoje uma equipa de investigadores, em Santiago do Chile.

Quatro anos depois da exumação do corpo do escritor - por terem sido levantadas dúvidas sobre as causas da morte -, uma equipa internacional de investigadores anuncia que não foi o cancro da próstata que o matou, mas desconhece as verdadeiras razões.

Pablo Neruda, poeta, político e membro do Partido Comunista chileno, morreu aos 69 anos em Santiago do Chile a 23 de setembro de 1973, poucos dias depois do golpe militar que levou ao poder Augusto Pinochet, aparentemente em resultado de um cancro da próstata de que padecia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE