PUBLICIDADE
Congresso/ANMP

Criação de grupo com maiores municípios dividiu sociais-democratas

09 | 12 | 2017   17.31H

A criação de um "G15+15 municipal" foi hoje proposta por Carlos Carreiras, presidente da mesa do XXIII Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), em Portimão, mas o também social-democrata Ribau Esteves considerou a proposta como "divisionista".

"Este grupo de 15+15 é composto pelo conjunto dos quinze concelhos que estão acima de 150 mil habitantes, aos quais se somam as 15 capitais de distrito que não cabem no grupo dos municípios com maior presença demográfica", explicou Carlos Carreiras (PSD).

O vice-presidente do conselho geral da ANMP, que termina o mandato por vontade própria, sinalizou a sua "frustração" com o balanço do atual mandato e advogou ser preciso "um novo fórum do poder local".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Cada vez percebo menos disto! Então de vez em quando há eleições (4 em 4 anos) para eleger os presidentes de câmara, que por sua vez concorrem nas eleições através dos ditos 'partidos', na campanha eleitoral sabem prometer fazer isto, aquilo, etc., e depois de eleitos têm que se reunir em congressos porque não sabem o que hão-de fazer? Oh meus amigos! É muito simples! Porque é que não dividem os municipios e suas freguesias com o mesmo tamanho em km2? Ainda não percebi! O que importa a quantidade de habitantes dum municipio? Cada habitante tem o direito de viver no municipio que mais gosta e se falam tanto da igualdade, noto que há uma pitada de 'discriminação' (passo o termo) quando refere «as15 capitais de distrito que não cabem no grupo dos municípios com maior presença demográfica»... Quer dizer que apenos os municípios com maior presença demográfica é que interessa e os municipios com menor presença demográfica são os 'parentes pobres' da família? E, o burro, sou eu?
    Anónimo | 09.12.2017 | 22.36Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Acabem-se com metade dos municipios. Só assim este País pode ter futuro.
    Alvaro | 09.12.2017 | 19.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE