Venezuela

Igreja insta católicos a celebrarem o Natal apesar de "tempos muito difíceis"

14 | 12 | 2017   04.06H

A Igreja Católica da Venezuela pediu na quarta-feira aos católicos que celebrem o Natal, apesar dos "tempos muito difíceis" que vive o país.

"Vivemos, na Venezuela, tempos muito difíceis, a tal ponto que alguns dizem que não podem celebrar o Natal. Perante essa afirmação derrotista, nós, os católicos, sentimos que hoje, mais do que em outras ocasiões, em tempos escuros, é preciso celebrar o Natal", de acordo com um comunicado, assinado pelo arcebispo de Caracas, cardeal Jorge Urosa Savino.

"As circunstâncias atuais da grave crise política, económica e social, exigem aos cristãos, independentemente das simpatias políticas, que trabalhem ativamente pela paz. Devemos lutar ativamente na defesa dos nossos direitos, em prol do bem comum, a favor dos grandes valores da liberdade, da justiça e do progresso, sem nunca cedermos à violência, ao ódio e ao rancor", sublinhou na nota, com o título "Natal: Luz nas trevas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE