Actualidade

Irão pode estar a desafiar ONU nos mísseis, mas não no nuclear - António Guterres

14 | 12 | 2017   09.05H

O secretário-geral da ONU advertiu que o Irão pode estar a desafiar o pedido da ONU para parar o desenvolvimento de mísseis balísticos, mesmo que cumpra o tratado nuclear com as seis potências mundiais.

António Guterres disse, num relatório para o Conselho de Segurança a que a agência noticiosa norte-americana Associated Press teve acesso na quarta-feira, que as Nações Unidas estão a investigar a possível transferência de mísseis balísticos para os rebeldes huthis xiitas no Iémen, que podem ter sido usados nos lançamentos dirigidos à Arábia Saudita, efetuados a 22 de julho e a 04 de novembro.

O relatório analisa a implementação de uma resolução da ONU em apoio do acordo nuclear de julho de 2015 e no documento António Guterres sublinhou que o acordo alcançado entre o Irão e as seis potências mundiais (Estados Unidos, França, Reino Unido, China, Rússia e Alemanha) é "a melhor forma" de garantir a natureza pacífica do programa nuclear iraniano.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE