Homenagem

Vida de Mário Soares vai motivar exposição

07 | 01 | 2018   22.57H
Na inauguração de uma mostra no Cemitério dos Prazeres, presidente da Câmara de Lisboa assumiu «total empenho» no legado do ex-Presidente da República.

As principais figuras do Estado estiveram ontem no tributo a Mário Soares, um ano após a sua morte. A cerimónia decorreu no Cemitério dos Prazeres, cuja galeria de exposições temporárias da capela vai ter patente, até 10 de junho, a mostra A Cerimónia do Adeus - O Funeral de Estado de Mário Soares Visto pelos Fotógrafos”. Trata-se de 49 fotografias de fotojornalistas portugueses que acompanharam as cerimónias fúnebres do ex-chefe de Estado.

O primeiro a falar foi Fernando Medina, que assumiu «o compromisso firme da Câmara de Lisboa no total empenho para promover, divulgar o legado de Mário Soares». «Comecemos, talvez, por uma grande exposição sobre a vida de Mário Soares, estando certos de que este será em si mesmo um ato cívico e cultural, refletindo a vitalidade, a grandeza e o amor pela liberdade» que ele sempre demonstrou.

O Presidente da República defendeu que Mário Soares invoca Portugal a não trocar «o sonho pelo acomodamento» e a lutar por «mais liberdade, mais igualdade, mais democracia e mais Europa dos europeus». Já o primeiro-ministro e secretário-geral do PS considerou que a mais justa homenagem é «continuar o seu combate por um Portugal melhor» e que «esse desígnio é cumprido diariamente honrando as suas lutas».

Também o presidente da Assembleia da República destacou que evocar Mário Soares é «valorizar as suas causas de sempre», enquanto João Soares deixou claro que o pai «mereceu o lugar que tem na história» de Portugal, devido à «coragem, visão, cultura, serenidade, o seu amor a Portugal e aos portugueses».

Foto: © Mariline Alves
Vida de Mário Soares vai motivar exposição | © © Mariline Alves

12 comentários

  • O que é que M. Soarez fez. Duas bancas rôtas e um décimo terceiro mês que ficou à espera de melhores dias. Entrega de mão beijada das colónias. Foi assim com agrado e à força que os portugueses foram corridos. Durante 500 anos defenderam-se as colónias. Esse senhor transformou a glória onde a nossa história que nos honrou numa verdadeira derrota. Estas festas servem para os políticos discursarem , abraços , comerem, medalhas e pretenderem todos sobressaírem com o maior protagonismo. As nossas políticas transformaram-se num impasse .
    Governação e governados | 19.08.2018 | 02.05Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ------INCÊNDIOS DO ANO PASSADO -------------------O POVO PORTUGUÊS ESPERA QUE A ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA QUE PROVOCOU DELIBERADAMENTE OS INCÊNDIOS, REIVINDIQUE ESSES ACTOS TERRORISTAS - TUDO INDICA PARA TERRORISMO INCENDIÁRIO- TODOS OS INCÊNDIOS FORAM LANÇADOS AOS FINS DE SEMANA E TIVERAM COMO PONTO DE PARTIDA AS FASES MAIS DÉBEIS DA PROTECÇÃO CIVIL. O PRIMEIRO ANTES DO INÍCIO DA ÉPOCA DOS INCÊNDIOS E O SEGUNDO DEPOIS DE ACABAR A "FASE CHARLIE", QUANDO FORAM DESMOBILIZADOS OS PRINCIPAIS MEIOS E LOGO DEPOIS DO FIM DE SEMANA ELEITORAL. ISTO SÃO COINCIDÊNCIAS A MAIS TENDO AINDA EM CONTA A FORTE DERROTA ELEITORAL DOS PARTIDOS DA ACTUAL E NOVA DIREITA FASCISTA QUE FOI AFASTADA DO PODER:-------------------------------------------- ------------------------------------- PORTUGAL É MAIOR E MAIS PODEROSO DO QUE ESSES CRIMINOSOS INCENDIÁRIOS E NÃO DEVE TER MEDO DE VIVER E CONVIVER COM O TERRORISMO À SEMELHANÇA DOS ATAQUES QUE SOFREU O REINO UNIDO E A FRANÇA NÃO PODEMOS VACILAR PERANTE ESTE CRIME FORTEMENTE ORGANIZADO.--------------------------- • Alguns Feitos Históricos Surpreendentes Relatados na História de Portugal: • 600 portugueses defenderam a fortaleza de Diu num cerco de vários meses contra 70 galés turcas e um exército de terra de 23.000 homens. Após a perda de milhares de homens os turcos desistiram, considerando os portugueses invencíveis. No final do confronto restavam apenas 40 guerreiros portugueses capazes de lutar.------------------------------------------ • Um piloto português veio da Índia para Portugal num pequeno barco a remos com uma só vela, tendo o Rei D. João III mandado queimar a minúscula embarcação para não constar que uma viagem destas fosse possível.---------------------------------------- --- • Um português desafiou sozinho um exército turco de milhares de guerreiros para recuperar um capacete perdido que lhe tinha sido emprestado.--------------------------------------- ---- • Cinco portugueses tomaram uma galé turca de 150 guerreiros.--------------------------------------- --------- • Dois portugueses defenderam um baluarte em ruínas contra 700 turcos, impedindo a sua tomada.---------------------- • 120 portugueses conquistaram uma fortaleza defendida por um exército de 50.000 guerreiros.--------------------------------------- -- Recentemente formos amargamente roubados pelo partido único P.P.D/P.S.D - CDS- e a nova líder Assunção Cristas de Eucalipto que só sabe apagar velas de aniversário, quer aproveitar estes ataques terroristas ainda não reivindicados para encobrir a maior derrota da direita em Eleições Autárquicas. Esta senhora que aprovou a "eucaliptização" do país quer agora um extintor de incêndios em cada árvore e quer alcatifar de amianto o Pinhal de Leiria? . O Povo deve pensar bem nos acontecimentos e exigir que o Ministério Público através dos órgãos de polícia criminal vá procurar os vestígios dos engenhos pirotécnicos que foram usados para desencadear os fogos que lavraram de forma descontrolada e são já considerados o "11 de setembro português"------------------------------
    RIC | 21.03.2018 | 11.24Hver comentário denunciado
  • Mais um proxeneta que é levado em ombros pelos seus pares. Que praga esta que assola Portugal.
    Não em meu nome | 02.03.2018 | 14.24Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Nesta Républica das bananas os que mais roubam mais festa lhes fazem!!
    farsolas | 20.02.2018 | 21.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Festas para eles. Comem e bebem e mesmo que a coisa não seja oportuna ou desejada pela maioria há sempre o fator mediático.
    Deixa passar | 11.02.2018 | 04.07Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Deve estar no meio dos infernos
    farçolas | 31.01.2018 | 12.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E como é regra se é do mesmo partido tem que se ver doutra forma e neste caso mesmo que haja criticas a fazer não se podem fazer. Coroa de louros medalhas etc
    Foi tudo uma maravilha | 12.01.2018 | 11.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Para quem se governou há tudo. Para quem governou não há nada. Muito mal vai este País.
    Alvaro | 10.01.2018 | 20.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ...e campa do Exmº Sr. Professor Doutor António de Oliveira Salazar, continua ao abandono.....
    ROSTROF | 10.01.2018 | 19.56Hver comentário denunciado
  • Ah Ah Ah a vida de Mário Soares vai motivar exposição? Não esqueçam da parte do espezinhar a bandeira... Ah Ah Ah
    Anónimo | 08.01.2018 | 20.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Período Soares ; independência dos territórios ultramarinos. Uma derrota e não uma vitória. Haveres do portugueses não acautelados. Duas bancas rotas e um subsídio de férias na gaveta.Os políticos não fazem outra coisa senão protagonizarem-se uns aos outros ou odiarem-se com fazia o martelo quando se desentendeu com o psd.
    Que história ? | 08.01.2018 | 12.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Homenagem a quem pos Portugal na Bamca Rota e familiares e amigos Multimilionarios assim vai a democracia em Portugal enfim nos portugueses somos como as ovelhas para onde nos tocam nos vamos contentes e felizes
    lopes | 08.01.2018 | 10.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE