Antevisão da Taça de Portugal

A 90 minutos de um clássico a dobrar

09 | 01 | 2018   23.25H
Sporting procura eliminar hoje o Cova da Piedade, sabendo que depois poderá ter o FC Porto pela frente nas duas mãos da meia-final que antecede o Jamor.

Apesar de o Municipal José Martins Vieira receber os jogos da II Liga, o Cova da Piedade vai receber hoje o Sporting no Estádio do Bonfim, em Setúbal. Uma decisão que Jorge Jesus compreende mas lamenta. Ele que fez o primeiro ano como sénior ao serviço do clube de Almada.

Também por ter essa perspetiva do adversário, o técnico do Sporting admitiu que o Cova da Piedade pode sonhar com as meias-finais da Taça de Portugal. Ainda assim, o treinador leonino tem bem definido o objetivo de passar esta eliminatória. Aliás, já o tinha quando disse que este ano era tudo Sporting e FC Porto.

Na antevisão à partida, Jesus explicou que se estava a referir ao encontro entre as duas equipas nas meias-finais da Taça da Liga e possivelmente em igual fase da Taça de Portugal, caso leões e dragões vençam nos quartos de final. O técnico aceitou ainda falar sobre os reforços. Ou melhor, um deles.

«O Wendel claro que não pode jogar, não tem condições burocráticas e desportivas muito menos, pelos menos comigo. Para mim é fundamental conhecer as ideias da equipa, é muito novo. Os jogadores brasileiros são muito evoluídos tecnicamente, taticamente têm muito que aprender. Com 20 anos ainda vai ter muitas dificuldades para apanhar o comboio.»

Os quartos de final arrancam com um surpreendente duelo entre Caldas e Farense, duas equipas do Campeonato de Portugal. Ou seja, é garantido que uma equipa do 3º escalão do futebol nacional vai estar nas meias-finais, onde irá defrontar Rio Ave ou Desp. Aves.

A acreditar em Lito, técnico do Aves, é mais provável que sejam os vilacondenses. «Eu gostava de contratar jogadores com 800 mil euros.»

Foto: © Vítor Ch
A 90 minutos de um clássico a dobrar | © © Vítor Ch
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE