Operação Fizz

Miguel Relvas critica em Luanda "não processo" contra ex-vice-PR angolano

12 | 01 | 2018   20.02H

O ex-ministro do PSD Miguel Relvas defendeu hoje, em Luanda, que o caso que corre em Portugal contra o ex-vice-Presidente angolano Manuel Vicente é um "não processo", defendendo a transferência do mesmo para a Justiça angolana.

"Não tenho razão nenhuma para não confiar na Justiça angolana. Confio na Justiça angolana como confio na Justiça portuguesa", disse o também ex-secretário-geral do PSD, numa entrevista divulgada hoje pelo principal telejornal da Televisão Pública de Angola (TPA).

O político, antigo ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares e atualmente com presença assídua em Luanda, descreve este caso, que ameaça as relações entre os dois países, como "institucionalmente inexplicável" e que "não é compreensível".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE