Actualidade

Trabalhadores portugueses na Irlanda acusam construtoras portuguesas de dívidas

14 | 01 | 2018   09.23H

Os trabalhadores de três construtoras portuguesas condenadas pela justiça irlandesa a pagar indemnizações no valor de centenas de milhares de euros admitem recorrer a meios europeus para cobrar as dívidas, adiantou o seu advogado.

Tom O' Reagan afirmou que pretende converter as sentenças em Títulos Executivos Europeus para recuperar o montante que falta pagar pelas empresas, que deixaram de operar na Irlanda e estão estabelecidas em Portugal.

O advogado está a representar cerca de 50 antigos trabalhadores das empresas Amândio Carvalho SA, Rosas Construtores SA e Gabriel Couto SA.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE