Actualidade

Lundin Mining adia obras de projeto de 260ME devido a greves na mina de Neves-Corvo

18 | 01 | 2018   17.08H

A companhia Lundin Mining anunciou hoje o adiamento de obras do projeto de 260 milhões de euros para expandir a produção de zinco na mina de Neves-Corvo, no Alentejo, devido às "perturbações laborais" e possíveis novas greves.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a companhia mineira sueca-canadiana dona da empresa Sominor, a concessionária da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, distrito de Beja, refere que "decidiu adiar as construções do Projeto de Expansão do Zinco/Zinc Expansion Project (ZEP) à superfície até que se verifique a estabilidade total da operação".

A Lundin Mining explica que tomou a decisão "dadas as perturbações laborais ocorridas no último trimestre de 2017 e a possibilidade de ocorrência de novas greves no primeiro trimestre de 2018" na mina de Neves-Corvo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE