Actualidade

IURD acredita na "seriedade e idoneidade" das autoridades portuguesas

20 | 01 | 2018   19.26H

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) voltou a afirmar hoje que não cometeu "qualquer ilegalidade" nos processos de adoção ocorridos na década de 1990, acreditando na "seriedade e idoneidade" das autoridades portuguesas.

Cerca de duas centenas de pessoas juntaram-se hoje em frente à Assembleia da República, em Lisboa, para exigir a criação de uma comissão parlamentar de inquérito isenta sobre os casos de adoções alegadamente ilegais envolvendo a IURD, tendo recolhido cerca de 3.400 assinaturas 'online' até às 19:00.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a IURD diz que a acusação de ilegalidade feita pelo Movimento da Verdade, que organizou a vigília em cinco cidades do país, "não corresponde à verdade e, por isso, é lesivo do bom nome" da igreja.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • Notícia de 02.08.2016 A Teixeira Duarte assinou um contrato, no valor de 102,6 milhões de euros, com a Igreja Universal do Reino de Deus, para uma obra (a construção de uma igreja da IURD) em Curitiba, no Brasil, com um prazo de dois anos para estar concluída e (o contrato) vem na sequência de outros contratos já assinados em 2014 e 2015. Essa igreja já está quase pronta. Aguardemos a notícia da inaguração...
    Anónimo | 21.01.2018 | 10.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ai, ai... religiões! Entre tantas e todas que existem, venha o diabo e escolha! Qualquer um pode formar uma religião! E... Deus não vê isto? Claro que vê. Por isso, de vez em quando aparecem notícias destas. Assim se vê a veracidade dessas religiões.
    Anónimo | 21.01.2018 | 10.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A IURD ainda não acabou graças à ignorância dos pobres de espírito que acreditam em milagres.Além disso ainda pagam o chamado dízimo para alimentar os "bispos"que são uns trafulhas sendo que o mais poderoso de todos,o Edir tem aviões e é dono de milhares de prédios em muitas partes do Mundo.Na Suiça e noutros paraísos fiscais o dinheiro é tanto que nunca vão conseguir condená-lo pelos crimes que a seita tem cometido e irá continuar a cometer.Pode recorrer aos advogados mais corruptos que conseguem sempre defender estes energúmenos.O reinado desta seita(IURD)e outras semelhantes,só terá fim quando os estúpidos e ingénuos, deixarem de alimentar estes falsos profetas.Pode ser que com o desmascarar deste escândalo das crianças raptadas,a seita maléfica e diabólica comece a despertar as consciências e em pouco tempo desapareça de uma vez por todas e para sempre.Amén.
    Petrus | 20.01.2018 | 23.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE