Taça da Liga

Um jogo para ser resolvido no miolo

23 | 01 | 2018   23.08H
Sporting e FC Porto decidem hoje quem vai defrontar o V. Setúbal na final da Taça da Liga. As duas equipas devem apostar num reforço do meio-campo.

Sérgio Conceição espera um «jogo bem disputado» entre duas equipas que ainda não perderam esta época para as provas internas. Jorge Jesus usou o mesmo facto para dizer que a partida «vai ser muito tática, com pouco espaço e pode ser decidida por uma jogada individual».

Com os dois treinadores a perspetivarem tanto equilíbrio, é expectável que ambos apostem num reforço da zona intermediária. Apesar de as duas equipas disporem de setores defensivos fortes, ainda por cima resguardados por William Carvalho ou Danilo Pereira, não deixa de ser verdade que os ataques merecem respeito. Daí que Jesus deva colocar Battaglia ao lado de William, adiantando um pouco Bruno Fernandes. Já Sérgio Conceição deverá socorrer-se de Sérgio Oliveira (o homem dos grandes jogos), desviando Marega para uma faixa.

Na antevisão ao encontro desta noite, em Braga, o técnico portista assegurou que os seus jogadores encaram o duelo com o Sporting, que será muito diferente do realizado para o campeonato, «com muita ambição». Jorge Jesus lembrou, entre risos, Fernando Santos e garantiu que fez as malas até sábado, dia em que se joga a final.

O técnico leonino disse ainda que o colega do FC Porto vem justificando a aposta que foi feita nele e Sérgio reconheceu em Jesus «um grande profissional», embora cada um tenha o seu estilo.

Dez anos depois, o V. Setúbal está de volta à final da Taça da Liga, que ganhou ao Sporting em 2007/08 nos penáltis. Os sadinos venceram (2-0) com dificuldade a UD Oliveirense, que acertou nos postes três vezes até ao intervalo e criou mais perigo na 2ª parte.

Foto: © Miguel Barreira
Um jogo para ser resolvido no miolo | © © Miguel Barreira
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE