Actualidade

Parlamento rejeita desvinculação de Portugal do Acordo Ortográfico de 1990

22 | 02 | 2018   19.17H

A proposta comunista para que Portugal se desvinculasse do Acordo Ortográfico de 1990 foi hoje rejeitada no parlamento pelo PSD, PS, BE e CDS-PP, apesar de dois deputados centristas terem votado a favor, juntamente com PCP e PEV.

Assim, o projeto de resolução do PCP que "recomenda o recesso de Portugal do Acordo Ortográfico de 1990" teve os votos a favor do PCP, do PEV e dos deputados do CDS-PP Filipe Lobo d'Avila e Ilda Araújo Novo, os votos contra das bancadas do PSD, PS, BE e CDS-PP e a abstenção do PAN, dos deputados centristas Isabel Galriça Neto, Teresa Caeiro e António Carlos Monteiro, do deputado do PSD Miguel Morgado e da deputada do PS Helena Roseta.

No debate que decorreu no plenário na quarta-feira, PSD, PS, CDS e BE demarcaram-se deste projeto, ainda que tenham admitido a necessidade de o aperfeiçoar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • ABORTO ORTOGRÁFICO NÃO, OBRIGADO! Se for necessário uma revolução para salvar a língua portuguesa, PRESENTE!
    Jesus Cristo laico | 22.02.2018 | 19.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE