Provas europeias

Novas regras da UEFA ‘tramam’ Portugal

27 | 02 | 2018   22.46H
Acesso à Liga dos Campeões do 2º classificado luso fica, já a partir da próxima época, mais difícil. Isto porque o número de vagas desceu de cinco para duas.

Estão confirmadas as alterações nos formatos competitivos das provas organizadas pela UEFA, que visam sobretudo agradar às federações dos quatro principais campeonatos, cujos clubes de referência ameaçaram num passado recente criar uma nova Liga Europeia de Clubes. O objetivo era (e é) só um: potenciar as suas receitas.

Já a partir da próxima época, Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália passam a contar com quatro equipas apuradas diretamente para a fase de grupos da Liga dos Campeões. Isto faz com que estes quatro países tenham, entre si, 16 equipas, metade das que vão disputar a Champions.

A prova rainha da UEFA passa a contar com um total de 26 clubes com apuramento garantido. Aos 16 já citados juntam-se os dois primeiros classificados dos países que estão no 5º e 6º lugar do ranking (França e Rússia neste momento) e o campeão das federações colocadas entre a 7ª (onde está Portugal) e a 10ª posição.

E aqui entra a grande alteração que pode prejudicar as equipas portuguesas. Ainda na temporada em curso, apenas 22 clubes tinham entrada direta na Champions e as restantes 10 vagas eram decididas nas eliminatórias.

Esse número, que estava dividido de forma igual pelo caminho dos campeões (detentores do título nos países colocados do 11º posto para baixo) e pelos runner ups (equipas, como as portuguesas, que ficavam em 2º, 3º ou 4º nas suas ligas) desceu para 6. Além disso, a UEFA decidiu atribuir 4 vagas aos campeões e apenas 2 aos restantes candidatos.

Ou seja, já a partir de 2018/19, o vice-campeão português terá de disputar a 3ª pré-eliminatória e o playoff da Liga dos Campeões sabendo que só há duas vagas disponíveis e que, em teoria, irá disputar os últimos dois jogos decisivos contra uma equipa de uma federação mais bem colocada (o 5º e o 6º do ranking).

Na Liga Europa, o 4º classificado da liga portuguesa passa a jogar ainda mais cedo, logo na 2ª eliminatória.

Foto: © Paulo Calado
Novas regras da UEFA ‘tramam’ Portugal | © © Paulo Calado

1 comentário

  • Isto é o resultado da corrupção do fócuporto.
    anónimo | 27.04.2018 | 03.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE