Polémica

IURD rejeita ligação a canção de Diogo Piçarra

01 | 03 | 2018   00.09H
Igreja Universal do Reino de Deus declarou ontem que não detém direitos sobre a música “Canção do Fim”.
Destak | destak@destak.pt

Segundo nota da instituição enviada à agência Lusa, «face às recentes notícias que referem que a música composta e interpretada pelo cantor Diogo Piçarra na semifinal do Festival da Canção é um plágio de uma música da IURD [Igreja Universal do Reino de Deus] e de um pastor desta igreja, vem a IURD esclarecer que tal não corresponde à verdade».

A Igreja Universal do Reino de Deus faz questão ainda de sublinhar que não «detém qualquer direito sobre esta música, nem o intérprete ali referenciado tem qualquer relação com a IURD».

De recordar que o cantor Diogo Piçarra anunciou, na terça-feira à noite, que abandonava a sua participação no Festival da Canção, após acusações de plágio, que desmentiu.

A RTP, que organiza o concurso, divulgou entretanto um comunicado oficial em que afirma compreender e respeitar a decisão do compositor e intérprete português de Canção do Fim de se afastar desta edição do evento: «Independentemente dos argumentos e questões colocadas sobre o tema, a RTP não duvidou em momento nenhum da integridade do artista, cuja carreira já fala por si», esclareceu a televisão pública.

Com o afastamento de Piçarra, passou à final a canção Mensageira, composta por Aline Frazão e interpretada por Susana Travassos, divulgou a RTP.

Foto: © CM Guimarães
IURD rejeita ligação a canção de Diogo Piçarra | © © CM Guimarães
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE