Síria

Alto-Comissário da ONU acusa regime de planear "o apocalipse"

07 | 03 | 2018   11.46H

O Alto-Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al-Hussein, acusou hoje o regime sírio de planear "o apocalipse" no país, onde o conflito iniciado há quase sete anos entrou numa nova "fase de horror".

"Este mês, é Ghouta Oriental que é descrita pelo secretário-geral [da ONU, António Guterres] como um inferno na Terra", afirmou o responsável, na apresentação do relatório anual do Alto-Comissariado no Conselho dos Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

"No próximo mês, ou no seguinte, será noutro local que as pessoas vão enfrentar o apocalipse, um apocalipse intencional, planeado e executado por indivíduos que trabalham para o Governo, aparentemente com total apoio dos aliados estrangeiros", acrescentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE