Actualidade

Tribunal Arbitral decide serviços mínimos para comboios na greve de segunda-feira

10 | 03 | 2018   12.00H

O Tribunal Arbitral definiu serviços mínimos para o transporte ferroviário durante a greve marcada para segunda-feira na Infraestruturas de Portugal, para garantir 25% da circulação em Lisboa e no Porto, e nos comboios alfa, intercidades e internacionais.

Vários sindicatos da Infraestruturas de Portugal (IP) agendaram uma greve para segunda-feira e a CP já tinha avisado que iriam registar-se "fortes perturbações e supressões em todos os serviços", não estando prevista a disponibilização de transportes alternativos.

Segundo a decisão do Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social, disponível no sítio de internet desta entidade, a definição de serviços mínimos para a Infraestruturas de Portugal, decidida por unanimidade, contempla disponibilização de canal para a realização de circulações, como os comboios urbanos de Lisboa e Porto, correspondente a cerca de 25% da realização em horário normal.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • És mesmo marreco ó Povo (10-03-2018). Desde quando com o teu querido Passus Cuelho tinhas esta Paz Social?
    O Verdadeiro Povo | 11.03.2018 | 18.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O QUE A GERINGONÇA DIZ NADA PARA ELES ESTA TUDO BEM COMO SEMPRE DESDE QUE.O PRIVADO SEJA PREJUDICADO
    O povo | 10.03.2018 | 13.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE