PE

"Fizemos diferente, mas cumprimos as regras", António Costa

14 | 03 | 2018   09.33H

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, que cada Estado-membro deve ter a liberdade de fazer as suas escolhas e deu o exemplo de Portugal, que fez opções "diferentes", mas cumprindo as regras comuns.

"Partilhar uma casa comum, partilhar os mesmos valores, não significa prescindir da nossa identidade nem renunciar à liberdade de cada um fazer as suas escolhas (...). Significa, pelo contrário, acordar entre todos um conjunto de regras comuns de convivência e dar a cada um a liberdade de poder seguir o seu próprio caminho de acordo com essas regras comuns e para benefício de todos", disse, no seu discurso sobre o futuro da União Europeia.

Apontando que "as regras não servem para uniformizar as políticas", mas sim "para que os compromissos comuns possam ser alcançados através das diferentes políticas que os eleitorados escolham, democrática e soberanamente", António Costa explicou então que o seu Governo optou por um trajeto diferente, alternativo à austeridade.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE