Actualidade

Petróleo mais caro melhora défice de Angola para 2,9% este ano - BMI Research

21 | 03 | 2018   11.55H

A consultora BMI Research considerou hoje que o défice orçamental de Angola vai melhorar para 2,9% este ano e 2% em 2019 devido à recuperação dos preços do petróleo, acima do previsto no Orçamento.

"As finanças públicas de Angola vão beneficiar da recuperação em curso nos preços do petróleo, juntamente com uma marcada melhoria na produção à medida que os principais poços de petróleo entram em funcionamento", lê-se numa análise à economia de Angola.

No relatório, enviado hoje aos investidores e a que a Lusa teve acesso, os analistas desta consultora do grupo da agência de 'rating' Fitch escrevem que "apesar de o aumento das receitas ir encorajar o Governo a aumentar moderadamente a despesa, abrandando o ritmo da consolidação, espera-se que o défice orçamental melhore, de uma estimativa de 4,3% em 2017, para 2,9% em 2018 e 2% em 2019".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE