Actualidade

PJ apreende mais de 400 mil euros em investigação na Câmara de Pedrógão Grande

21 | 03 | 2018   12.40H

A Polícia Judiciária apreendeu mais de 400 mil euros na investigação que levou à detenção, na terça-feira, de um chefe de divisão da Câmara de Pedrógão Grande, suspeito de vários crimes de peculato e de falsificação de documentos.

O caso envolve um chefe de divisão, uma contabilista e uma tesoureira da Câmara de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, que estão suspeitos da prática de "vários crimes de peculato e de falsificação de documentos", disse hoje à agência Lusa fonte da PJ.

O chefe de divisão foi detido e uma das funcionárias foi constituída arguida.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE