DGArtes

Ministro da Cultura diz que há aumento de 79% nos apoios sustentados 2018/2021

10 | 04 | 2018   13.16H

O ministro da Cultura rejeitou hoje, no parlamento, a falta de financiamento dos apoios sustentados às artes, indicando que aumentaram 79%, no quadriénio 2018/2021 face a 2013/2016, de 45,6 milhões de euros para 81,5 milhões.

O titular da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, falava numa audição parlamentar na Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, onde se deslocou com o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, na sequência da aprovação de requerimentos dos grupos parlamentares do PCP e do BE, para ser ouvido sobre o programa sustentado de apoio às artes.

"Este não é um modelo magnífico, mas não é um mau modelo. É um modelo basicamente correto, correspondente às preocupações do setor, e às necessidades de rigor e de justiça", sustentou Luís Filipe Castro Mendes.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE