Internet

Facebook reúne com Deco e congéneres

10 | 04 | 2018   23.23H
Associação Deco Proteste, e congéneres da Bélgica, Espanha, Itália e Brasil, reúnem-se hoje com responsáveis da rede social para debater proteção dos dados pessoais.
Destak | destak@destak.pt

Encontro – que pretende definir compromissos e soluções para a questão da proteção dos dados pessoais dos utentes do Facebook – surge depois de a imprensa ter divulgado que a popular rede social terá facilitado o acesso a dados pessoais de milhões de utilizadores, que acabaram por ser usados para influenciar referendos e eleições.

«Confirmada a existência de utilizadores afetados nos seus países, estas organizações de consumidores pretendem com esta reunião exigir que o Facebook explique que medidas irá tomar para eliminar as consequências e os riscos para os utilizadores afetados», afirma a Deco Proteste em comunicado divulgado.

A associação portuguesa de defesa dos direitos do consumidor defende que os utilizadores lesados sejam compensados por aquele uso indevido dos dados e que, no futuro, seja garantida «a correta aplicação e o respeito pelos direitos» dos consumidores.

«Não aceitamos que a tecnologia criada para expandir a liberdade evolua para um sistema que coage e controla», argumenta a Deco Proteste, alertando as autoridades nacionais e internacionais para a necessidade de vigiar atentamente «as empresas que fazem da monetização dos dados dos consumidores o seu negócio».

Entretanto, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, começou ontem a ser ouvido no Congresso dos EUA sobre o escândalo da obtenção ilegal de dados de utentes daquela rede social pela consultora Cambridge Analytica.

Foto: Reuters
Facebook reúne com Deco e congéneres | © Reuters
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE